Por Sempre Floripa
 
  Surfe  
     
     
 
 
     
  Surfe <<
   
  Há dezenas de boas opções para pegar ondas na capital
   
 

As praias mais freqüentadas pelos surfistas – e onde costumam ocorrer campeonatos internacionais – são a Joaquina e a Mole, na costa leste da Ilha de Santa Catarina. Campeche, Moçambique, Brava e Santinho também oferecem espetaculares. Há boletins diários nas rádios, as quais informam as condições do mar e as melhores opções.

PRAIA BRAVA - É a primeira praia no norte da Ilha que apresenta condições constantes para o surf. Com ondulação de Leste e ventos de Sul ou oeste as ondas variam de 2 a 6 pés no meio da praia e canto direito. Com grande swell de Sul o canto direito costuma apresentar ondas bem formadas, principalmente quando o vento predomina de Sul com forte intensidade deixando o mar mexido em outras praias.

ao Sul dos Ingleses (praia do norte da Ilha). No canto norte as ondas variam de 2 a 8 pés predominando as esquerdas com swell de Leste e ventos de nordeste. Nas valas do meio da praia com swell de Leste ou de Sul e ventos de oeste as ondas variam de 2 a 7 pés. Pico constante apresentando ondas diariamente. Há bons hotéis restaurantes no canto direito.

MOÇAMBIQUE - Praia com 14 km dentro de um parque florestal. As ondas fortes e tubulares quebram nas valas meio da praia e no canto norte variando de 2 a 6 pés. É uma ótima opção para fugir do crowd. Bastante constante e tranqüila, Moçambique funciona melhor com ondulação de Sul ou de Leste e ventos de oeste ou nordeste.

BARRA DA LAGOA - Fácil acesso desde a praia Mole. Pico que funciona com swell de Leste médio ou grande. As ondas variam de 2 a 8 pés e os melhores ventos são de Sul ou oeste. Muito freqüentado por jovens surfistas e iniciantes. Bastante crowd nos melhores dias quando o swell está enorme.

GALHETA – Praia de nudismo entre a Barra da lagoa e Praia Mole. Apresenta boas ondas predominando as direitas com swell de Sul ou Leste e ventos fracos. As ondas variam de 2 a 6 pés.

PRAIA MOLE – No canto esquerdo boas ondas de 2 a 6 pés com swell de Leste. No meio da praia as ondas podem chegar aos 8 pés nos dias maiores com swell de Sul ou Leste e ventos fracos ou de oeste que é terral. Palco de vários campeonatos, bem constante com visual bonito e muito bem freqüentada pelas gatas locais. Bastante crowd nos dias de boas ondas.

PRAIA DA JOAQUINA - É o pico mais constante e famoso da Ilha. No canto esquerdo com swell de Leste e ventos de nordeste as ondas variam de 2 a 10 pés com excelente formação predominando as esquerdas no outside e direitas na seção do Inside . No meio da praia várias valas dão condição predominando as direitas cavadas proporcionando bons tubos com ondulação de Sul e sudeste. Palco de uma etapa do WQS ( 2 divisão do surf profissional mundial ) e várias etapas regionais e nacionais. Joaquina é o pico mais crowd e local de treino diário dos melhores surfistas catarinenses.

CAMPECHE – Ao Sul da Joaquina. Uma das direitas mais longas do Brasil quando as condições estão ideais. Com swell de Sul com média ou forte intensidade e ventos de oeste ou norte as ondas rolam por centenas de metros com várias seções permitindo um surf de alta qualidade. Bastante crowd nos bons dias. As ondas variam de 3 a 8 pés.

MORRO DAS PEDRAS – Ao Sul do Campeche com vista da estrada. Ao lado do morro no canto direito as ondas abrem para a direita , tubulares e fortes. Com swell de Sul ou sudeste e ventos de Sul ou oeste as ondas variam de 2 a 6 pés. Nas valas do meio da praia as ondas variam de 2 a 5 pés quebrando para esquerda e direita.

ARMACÃO – Ao lado Sul do MORRO DAS PEDRAS. Praia extensa com areia fofa e bastante correnteza. Aqui funcionava uma antiga estação de pesca de Baleias. As ondas não são muito constantes e quebram próxima a areia. Tem seus bons dias com swell de Leste e ventos de Sul ou oeste que entram de terral e também tolera o vento nordeste fraco. As ondas predominando as esquerdas, variam de 2 a 6 pés com melhor formação no canto esquerdo.

MATADEIRO - Acesso no final da Praia da Armação. Um dos melhores picos da Ilha. Com swell de Leste e ventos do quadrante Sul , quebram boas esquerdas tubulares variando de 2 a 6 pés no canto esquerdo. Bastante crowd. Quando o swell esta grande as ondas quebram mais para o meio da praia formando picos para os dois lados.

 

LAGOINHA DO LESTE – Acesso a pé por uma trilha no morro por cerca de 40 minutos a partir do Pântano do Sul. A caminhada vale a pena pois esse pico apresenta ondas perfeitas variando de 2 a 8 pés com swell de Sul e vento nordeste. Praia com visual lindo e sempre sem crowd.

   
 
 
 
 
     
Por Sempre Floripa
 

www.porsemprefloripa.com.br | info@porsemprefloripa.com.br | Todos os direitos reservados